Sites Grátis no Comunidades.net

The New Generation


Rating: 2.6/5 (131 votos)





 

Links
Google
 Yahoo

 Terra Economia

 Wikipédia

 

 Tv Barbante

 


Total de visitas: 11130
Tire suas duvidas

 

 

 

 

Você sabe qual a importância da criação de cenários estratégicos para uma empresa?

 

E como a criação de um planejamento estratégico pode ajudar a sua empresa?

 

 

 

Mas antes de falar como cenários estratégicos influenciam em sua empresa, temos de explicar o que são. Cenários estratégicos são como previsões de possíveis acontecimentos futuros que possam influenciar na empresa e que com estes a empresa possa trabalhar o planejamento estratégico, com eles a empresa fica preparada para tirar proveito ou burlar certas ocasiões. Muitas empresas que tinham em seu planejamento estratégico a crise mundial atual não sofreram ou foram pouco afetadas e algumas tiraram proveito e estão lucrando, esta crise fez com que as pessoas e empresas vissem como é importante a elaboração de cenários.

 

O roteiro mais comumente usado para se estabelecer uma abordagem articulada sobre o futuro e seus cenários prevê os seguintes passos:

  1. Identificar as premissas do modelo vigente em relação às variáveis influenciadoras;
  2. Identificar as variáveis do modelo vigente, mantendo-se as premissas já levantadas. Este é o "cenário otimista";
  3. Identificar as variáveis do modelo vigente, derrubando-se as premissas já levantadas;
  4. Projetar o novo modelo que surgiria se fossem eliminadas as premissas do modelo vigente. Este é o "cenário pessimista";
  5. Projetar as variáveis do novo modelo. Este é o "cenário provável";
  6. Rever o grau de possibilidade das variáveis projetadas para o novo modelo, confirmando ou rejeitando o cenário construído;
  7. Fazer um "Plano A" para o "cenário provável"; um "Plano B" para o "cenário pessimista"; um "Plano C" para o "cenário otimista";
  8. Criar uma rotina sistemática de releitura dos cenários elaborados de adequação das variáveis à realidade, flexibilizando os planos de ação a cada análise, se necessário. Para a construção eficaz de cenários, é recomendável construir e manter sistemas sensoriais e de inteligência competitiva para monitoramento permanente das influências externas. Outras providências fundamentais:
  1. cultivar um senso de urgência para o aproveitamento das oportunidades e identificar, com antecedência, os sinais da chegada de novas mudanças (o que só será possível se houver pesquisa sistemática);
  2. prover mecanismos de implementação de novas idéias e abandonar (sem culpa) as obsoletas;
  3. evitar a negação das novas idéias que surgem para que seus produtos e serviços não virem commodities que ameacem sua autosustentabilidade;
  4. conscientizar-se de que os profissionais de hoje precisam ter capacidade de análise crítica, ainda que isso signifique questionamentos e posicionamentos que os líderes mais conservadores não querem nem sabem enfrentar;
  5. valorizar ao máximo a capacitação continuada;
  6. cuidar das questões éticas e ecológicas; g) cultivar relacionamentos para formação de redes de colaboração. Sempre teremos surpresas pela frente, é claro. Mas se você agir proativamente na construção de seus cenários, mesmo que incertos, vai se sentir mais seguro. Acredite: muitas dessas surpresas podem ser previstas e, portanto, é possível lidar com elas. Não há nada de tão apavorante quanto ao futuro...

 

Criação de cenários estratégicos


Cenários

 

Rattner (1979) conceitua cenários como " caminhos possíveis em direção ao futuro".

Para Schoemaker (1993) um cenário não é a realidade futura, mas um meio de representa-la, com o objetivo de nortear a ação presente á luz dos futuros possíveis e desejáveis.

 

Para Godet (2000) cenário consiste em : " um conjunto formado pela descrição de uma situação futura e do encaminhamento dos acontecimentos que permitem passar da situação de origem á situação futura".

 

Para Bontempo (2000) pôr meio de cenários é possível transformar as incertezas do ambiente em condições racionais para tomada de decisão, servindo de referencial para a elaboração do plano estratégico da organização.

 

O cenário é uma plataforma para conversações estratégicas que levam à aprendizagem organizacional continua a respeito de decisões-chave e prioridades. Deve-se escolher de 3 a 5 futuros mais representativos e levar a organização a refletir sobre eles, construindo as condições necessárias para que ela aprenda sobre o futuro e suas múltiplas possibilidades. Isto por que um único cenário imobiliza a organização em torno de solução única, tornando-a incapaz de reagir caso o "previsto" não aconteça, enquanto dezenas de opções dispersariam a capacidade gerencial em torno de detalhes e nuanças de menor impacto. O objetivo não é uma fotografia precisa do amanha, mas decisões estratégicas mais acertadas e abrangentes . (SCHWARTZ, 2000).

 

Com relação à utilização dos cenários, Schoemaker (1995) afirma que sua utilização beneficia especialmente situações que envolvem as seguintes situações:

 

  • Há alto grau de incerteza com relação à capacidade de predizer o futuro ou corrigir rumos.
  • Viveu-se um histórico marcado por surpresas desagradáveis e onerosas.
  • O pensamento estratégico tem sido de baixa qualidade.
  • Mudanças significativas no contexto ocorreram ou estão a ocorrer.
  • Há necessidade de uma nova perspectiva de linguagem comuns, sem perder de vista a diversidade.
  • Coexistem fortes diferenças fortes diferenças de opinião, e muitas delas têm mérito.

 

Becker (1983) aponta três usos distintos da previsão com a construção de cenários:

 

  1. Cenários podem ser usados para assegurar se varias políticas ou ações contribuirão ou inibiram a realização de condições descritas por eles. Esta abordagem pode ser usada para construir premissas futuras;
  2. Cenários podem ser usados para determinar como políticas e estratégias alternativas irão se comportar sob diferentes condições. Isto envolve a criação de uma matriz com impactos e políticas e premissas futuras.
  3. Cenários podem prover um background comum para indivíduos envolvidos no planejamento de uma organização. Neste caso, a matriz pode ser usada para identificar as metas, e as premissas futuras podem ser usadas para descrever os planos designados para alcançá-las.

 

Schwartz (2000) insiste em que os objetivos da aplicação de cenários poderiam ser sintetizados em um conjunto estreito de frases:

 

  1. Refletir sobre o panorama corporativo presente e futuro;
  2. Enriquecer os pontos de vista especializados;
  3. Perceber todos os diferentes aspectos de cada panorama;
  4. Sensibilizar os indivíduos às interações ambiente-empresa;
  5. Preparar e facilitar tomada de decisão.

 

Para outro autor, Schoemaker (1992), o processo de construção de cenários deve contemplar as seguintes etapas:

 

  • Isolar a decisão que se quer tomar:
  • Isolar fatores-chave que afetam essa decisão, considerando-se que tais fatores chave podem ser considerados como Constantes, Evolutivos ou Erráticos.:

 

Há diversos fatores-chave que conduzirão a situação atual até o momento futuro que se avalia. Alguns desses fatores não irão mudar dentro desse período de tempo, sendo considerados aqui como constantes. Exemplos típicos são o clima, a geografia em geral, mas podem ser elencados aqui outros itens que , dentro do período de tempo estudado, não irão se transformar. Os fatores Evolutivos são aqueles que tendem a mudar mas de modo razoavelmente previsível, como o crescimento da população, os índices de preços (para períodos curtos de tempo) entre outros. Já os fatores Erráticos são aqueles cujo desempenho ao longo do período é totalmente imprevisível, requerendo a construção de cenários alternativos que contemplam suas múltiplas possibilidades.

 

  • Construção de cenários.

 

É o momento da elaboração do "conjunto de futuros" sobre o qual a organização irá debruçar-se, articulando um profundo conhecimento do presente com as prospecções

Em torno dos fatores constantes, evolutivos e erráticos.

 

  • Aprendizado organizacional sobre as estratégias viáveis para cada um desses cenários.

Objetivo principal da técnica, o aprendizado organizacional acontece já durante a elaboração dos cenários, quando os diversos colaboradores envolvem-se em um processo sistemático de "pensar o futuro", mas concretiza-se com cenários já elaborados e prontos para acomodarem as estratégias necessárias para ca um deles.

 

 

O que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é uma atividade administrativa que tem como objetivo direcionar os rumos da instituição e dar a ela sustentabilidade, produzindo respostas consistentes a três questões fundamentais: Onde estamos? Aonde queremos chegar? Como vamos fazer para chegar lá?

Qual a importância do planejamento estratégico?

Através do planejamento estratégico podemos determinar a melhor maneira de associar os recursos disponíveis com a necessidade da sociedade, pondo em prática mudanças contínuas que levem à maior produtividade e à melhor qualidade dos serviços jurisdicionais.

Quais são os principais elementos que devem estar presentes em um planejamento?

O planejamento estratégico é composto por diversos elementos apresentados abaixo. A ordem apresentada é aquela seguida pela maioria dos autores especialistas do planejamento.

- Análise de ambiente (ou diagnóstico organizacional);

- Definição dos princípios e valores da organização;

- Declaração da missão;

- Visão de Futuro;

- Definição dos objetivos;

- Elaboração das ações;

- Definição dos indicadores e metas;

- Implementação;

- Avaliação;

- Revisão.

O que é plano estratégico?

É o documento elaborado no processo de planejamento estratégico. Os planos estratégicos refletem a capacidade de fazer o que tem de ser feito, obtendo a melhor relação entre recursos, processos e resultados. São guias, não dogmas e devem ser flexíveis, passíveis de re-planejamento.

 

 

No que o Planejamento estratégico pode ajudar uma empresa?

O planejamento faz com que as funções das empresas fiquem bem organizadas e funcionado corretamente. Um planejamento bem elaborado já é um bom caminho andado mas não é certeza de sucesso o que irá fazer com que ele tenha sucesso é a maneira com que seja executado. Uma empresa com um planejamento bom e combinado aos cenários irá sem duvida crescer pois ela está preparada para enfrentar o mercado externo e em caso de uma crise como a atual ela estará preparada para enfrenta-la.

 

Ainda possui duvidas sobre pelanejamento estratégico? Então clique nesse link e tire-as.

Clique aqui

 

Quer saber mais sobre as teorias de administração? Conhecer mais sobre as teorias dos grandes pensadores da administração, Taylor, Fayol, Ford e muitos outros. Clique aqui

 

A Administração e suas Perspectivas. Clique aqui

 

Decorrências da teoria neoclássica tipos de organização. Clique aqui

 

Teoria das relações Humanas Clique aqui

 

 

 

 

Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net